Vidas em contos

(por Rita Prates)

Mudanças

Mudei de endereço. Mesmo prédio, apartamento idêntico ao anterior, porém em um andar mais alto e com mais luminosidade. Todos os apartamentos são iguais, só que mudei de lado, sem o barulho das infernais máquinas de ar condicionado do hotel vizinho.

Apesar dos móveis ocuparem os mesmos espaços, das roupas se enroscarem umas nas outras com a mesma disposição, dos quadros espreguiçarem na parede chamando-nos para um passeio de barco, dos tapetes puxando-nos para o chão e abraçando-nos na maciez dos pelos, tudo parece diferente. A sensação do novo persiste, é como uma embriaguez gostosa de um novo começar.

O bom da mudança é que temos que tomar atitudes de desapego que, muitas vezes, por preguiça ou falta de coragem, deixamos para mais tarde e nem sempre acontecem, acumulando mais e mais. É chegada a hora de limpar os armários e as gavetas de recordações, muitas vezes não tão prazerosas.

Não é fácil desapegar de roupas e penduricalhos que há anos ocupam os mesmos espaços, sem ao menos usá-los. Emprestar livros que adoramos, mas que de uma forma egoísta os retemos, como um pássaro preso em uma gaiola, onde só nós podemos escutar o seu canto.

A mudança nos tira da inércia, do conforto de ficar do jeito que está. Ter de mudar nos coloca em dúvida se teremos capacidade de nos adaptar às intempéries da vida, pois mesmo que queiramos abrir o peito e seguir em frente, mesmo que saibamos o trajeto, existem riscos e conquistas que só com o tempo descobriremos.

Não há dúvida que o medo existe, nos acompanha a cada passo, mas também nos fortalece para seguir adiante. Já compartilhei preocupação com pessoas que entram para um curso sem saber se a escolha foi certa ou não.

Vi, e também senti, a insegurança em de quem encara um novo emprego, de quem vai mudar de cidade ou de país, e assim por diante. É um emaranhado de angústia e de desejo, de ir e de ficar, é à sombra do desconhecido a nos assustar.

É angustiante e ao mesmo tempo prazeroso começar uma jornada, com ou sem a família ao lado para nos proteger. É colocar à prova se você tem energia suficiente para atravessar as ondas sem se afogar, e também ter a certeza de poder retornar quando as pernas bambeiam e não há fôlego para seguir.

A tomada de atitude de mudar, de dar uma chance a si mesmo para enfrentar o novo, com um novo olhar, não é nada fácil. Vejo pela faxineira do prédio, ela tem 25 anos e só anda de coque. Falou que tem mais de oito anos que não muda o penteado. Disse, timidamente, que a irmã marca com o cabelereiro para fazer um corte jovem, moderno, mas na hora de enfrentar a tesoura ela apavora e desmarca. Já fez isso várias vezes. A família fala para ela ter coragem e mudar o visual, porém ela afirma que tem medo de não gostar ou das pessoas criticá-la.

A mudança se torna uma transição de emoções, onde procuramos limpar o limo que vai se acumulando em nossa mente, nossos armários e em nossas vidas, e paralisa o nosso andar, não nos deixando respirar o novo. É preciso abraçar o desconhecido, apostar, ousar, mesmo com todos os riscos.

2 comentários em “Mudanças

  1. Priscila Pereira
    10 de janeiro de 2017

    Oi Rita, gostei muito do seu blog, tudo muito interessante e gostoso de ler. Parabéns!! Participe com a gente do desafio de microcontos do EntreContos!! Até mais!!

    Curtir

  2. vidasemcontosrita
    10 de janeiro de 2017

    Oi Priscila, quem bom que gostou! Muito Obrigada!Toda semana posto um conto inédito, te convido a acompanhar e deixar seus comentários! No EntreContos publiquei mas fora do desafio, no microcontos ainda não…mas pode deixar que você vai me ver mais por aí, estou ampliando a divulgação. =)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 2 de dezembro de 2016 por e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: